Coren/PR lembra importância da Segurança do Paciente

Comemorado em todo Brasil no dia 1º de abril, o Dia Nacional de Segurança do Paciente chama a atenção dos profissionais de saúde para as ações que são necessárias a fim de garantir proteção às pessoas atendidas em serviços de saúde. A coordenadora do Grupo de Trabalho de Qualidade e Segurança do Paciente do Coren/PR, conselheira Tereza Kindra, destaca a importância de trazer o tema para debate entre os profissionais que atuam na assistência.

“É fundamental que os serviços de saúde promovam ações de sensibilização quanto ao tema a fim de relembrar os cuidados a serem adotados para a redução de eventos adversos, que podem resultar em dano à saúde do paciente. Devemos constantemente refletir sobre o que o profissional de enfermagem deve fazer para garantir atendimento adequado e de qualidade sem gerar riscos ao paciente”, provoca Tereza Kindra.

O objetivo principal do dia comemorativo é conscientizar os trabalhadores e gestores quanto a necessidade da implantação/implentação de práticas seguras nas instituições de saúde, orientar aos usuários sobre seus direitos e deveres ao utilizar os serviços de saúde e todos contribuirem na redução de riscos e danos, melhorando a qualidade na assistência.

Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa, “Segurança do Paciente é o conjunto de ações voltadas à proteção do paciente contra riscos, eventos adversos (incidente que resulta em dano à saúde) e danos desnecessários durante a atenção prestada nos serviços de saúde”.

O Programa Nacional de Segurança do Paciente foi instituído no país por meio da Portaria do Ministério da Saúde Nº 529, de 1º de abril de 2013. Seu objetivo é promover e apoiar a implementação de iniciativas voltadas à segurança do paciente em diferentes áreas da atenção; organização e gestão de serviços de saúde, por meio da implantação da gestão de risco e de Núcleos de Segurança do Paciente nos estabelecimentos de saúde; envolver os pacientes e familiares nas ações de segurança do paciente; ampliar o acesso da sociedade às informações relativas à segurança do paciente; produzir, sistematizar e difundir conhecimentos sobre segurança do paciente; e fomentar a inclusão do tema segurança do paciente no ensino técnico e de graduação e pós-graduação na área da saúde.

O Ministério da Saúde instituiu protocolos básicos que todos os serviços devem seguir, aprimorando assim o cuidado à população, como: Identificação do Paciente; Comunicação Efetiva; Segurança na prescrição, uso e administração de medicamentos; Prática de higienização das mãos; Cirurgia Segura; Prevenção de úlcera por pressão e Prevenção de quedas.

 

 

Postado em Notícias

Imprimir Email

Copyright © 2015 Coren/PR. Todos os direitos reservados.
Customizado por DTI/ASCOM do Coren/PR.